O Liberalismo é uma Filosofia de Esquerda?



liberalismo é de esquerda ou direita?
pensadores liberais - Fonte: Depositphotos.

Afinal, O liberalismo é uma filosofia de esquerda ou de direita?




Olá leitores e amigos da finansfera!


Recentemente tive períodos de questionamento filosófico individual e decidi criar um resumo sobre minhas conclusões mais simples neste post.

Fui inspirado a escrever isso visto que recentemente discuti FILOSOFIA, ECONOMIA, HISTÓRIA, PSICOLOGIA E SOCIOLOGIA com um mecânico de oficina! 

SIM, um mecânico da oficina do meu padastro discutiu horas comigo sobre todos estes assuntos e mudou completamente meu pensamento sobre a capacidade intelectual de cada individuo.

O cara é um gênio escondido na graxa no interior de SP e aprendeu tudo com livros e informações úteis na internet.

Embora considero todos esses pensamento aprimoráveis, gostaria de compartilhá-los aqui e receber o feedbacks dos amigos da finansfera que possuem mais experiência de vida.

Segundo agradecimento: ao KT por me inspirar a fazer este post aqui no Blog.

Este posts apresenta opiniões diferentes sobre o significado do último item, "liberdade e liberdade". Embora alguns incluam "liberdade e liberdade" na primeira categoria, eu os incluo separadamente. Faço isso porque a compreensão de "liberdade e liberdade" ajuda a definir sentimentos sobre cada um dos outros três.

Me deparei com uma análise do filósofo que se intitula INTELECTUAL PÚBLICA, Luis Felipe Pondé, que incluía esta referência:

Em seu trabalho na Universidade de São Paulo, enfatizou corretamente um fundamento moral, que tanto os conservadores quanto os liberais respeitam, mas que eles entendem de maneira diferente: a liberdade. 

Ele acha que é mais provável que os conservadores enfatizem o direito de ser deixado em paz, enquanto os liberais enfatizam os direitos de grupos vulneráveis, como minorias raciais, cuja liberdade requer (na opinião deles) apoio do governo.

Isso me leva às seguintes afirmações contrastando a visão liberal da justiça social com a visão conservadora da liberdade e da liberdade:

• Os liberais vêem que liberdade e liberdade existem significativamente dentro de uma estrutura de segurança financeira - liberdade da falta por meio de programas de direitos. Os conservadores argumentam (geralmente com pretensão) que a liberdade só existe se for dada a chance de obter segurança financeira por conta própria. Argumentariam também que um programa de assistência financeira do governo, por mais digno que seja, alcança seus objetivos à custa de algum aspecto da liberdade.

• Os liberais tendem a acreditar que a liberdade traz consigo uma espécie de rede de segurança para mitigar falhas individuais nas atividades da vida. Os conservadores argumentariam que a liberdade traz consigo a "liberdade" de fracassar e de ter uma estrutura econômica favorável a alguém que se recupere dessas falhas.

• Uma filosofia liberal apoiaria a "liberdade" resultante da eliminação de preocupações e preocupações externas. O conservador alegaria que qualquer programa que elimine as preocupações impõe automaticamente controles a um indivíduo que conflita seriamente com a verdadeira liberdade!

• Recentemente, ouvi um orador liberal dizer que as maiores oportunidades de emprego e corporativas vêm do forte envolvimento do governo federal. Isso demonstra a crença liberal comum de que a maior ferramenta para criar prosperidade é o governo. Para a maioria dos conservadores, o governo é a maior ameaça à criação de prosperidade. Para os conservadores, o último governo estava tentando aumentar o impacto do governo, e isso estava em conflito direto com seu conceito de liberdade.

• Alguns argumentam que a “visão transformacional” dos políticos liberais é que o governo deve efetivamente estar no comando do povo, com o objetivo de orientar e proteger os cidadãos. A posição conservadora é que a Constituição coloca o povo no comando do governo, e qualquer variação daí limita a liberdade e a liberdade.

• Dando contexto contemporâneo e sabor a essa discussão, os liberais estão lutando pela liberdade sexual - por exemplo, o direito ao aborto; e liberdade de identidade - por exemplo, uma identidade de gênero autodefinida e flexível. Os conservadores considerariam a renúncia a padrões sociais estabelecidos há muito pouco a ver com a verdadeira liberdade.


Conclusões básicas



Essas são decisões difíceis de tomar e posições a tomar. Às vezes, existem apenas diferenças sutis. De que lado deste debate você se enquadra? Fazer essa determinação lhe dirá muito sobre quem você é "politicamente". Você pode se surpreender!

Portanto, minhas leituras, pesquisas e pensamentos indicam que o liberalismo é um movimento de esquerda! Sim, a unica parte da esquerda que faz sentido econômico.

Posso entrar em conceitos keynesianos aqui mas vou deixar isso para futuros pensamentos e posts, visto a polêmica e complexidade sobre a funcionalidade e ética do keynesianismo.

ATUALIZAÇÃO:

O mecânico me deu 2 livros para ler "A mentalidade anticapistalista - Mises" e "Anatomia do Estado"

Ambos livros possuem um viés extremamente anarquista mas possuem ótimos questionamentos pessoais sobre o funcionalismo do Estado e da Acadêmia (cuja qual eu tanto critico).

Em breve terá resenha dos dois mais opinião e discussão com o mecânico sobre os livros!

Postar um comentário

1 Comentários

Deixe sua opinião e nos ajude a crescer!
Tenha consciência das politicas de comentários do Google!
Seja educado e gentil.